novembro de 2019

Sophia de Mello Breyner Andresen

Sophia de Mello Breyner Andresen nasceu há 100 anos, no Porto, exatamente no dia 06 de novembro de 1919.

Estudou Filologia Clássica na Universidade de Lisboa, cidade na qual acabou por se fixar na sequência do seu casamento com o jornalista, político e advogado Francisco Sousa Tavares, em 1946.

Sophia é considerada uma das maiores vozes da poesia portuguesa do século XX. Ao lado de Jorge de Sena, Ruy Cinatti, Eugénio de Andrade, Alexandre O’Neill, David Mourão-Ferreira, António Ramos Rosa, entre outros, Sophia faz parte da geração que consolida a modernidade, as vozes de uma poesia pura, decantada, que valoriza a própria busca do mistério poético. É autora, também, de uma importantíssima obra para a infância que começou a escrever para os seus cinco filhos e que faz parte do património de muitas gerações. A Fada OrianaA Menina do MarA FlorestaO Cavaleiro da Dinamarca continuam a ser uma leitura fundamental para os mais novos. Escreveu, ainda, contos, ensaios e teatro e traduziu várias obras para francês.

Além de inúmeros Prémios atribuídos aos seus livros, recebeu, em 1994, o Prémio Vida Literária da Associação Portuguesa de Escritores, o Prémio Camões, em 1999, e, em 2003, o Prémio Reina Sofia de Poesia Ibero-Americana pelo conjunto da sua obra.

Tanto a poesia como os livros para a infância têm ampla divulgação internacional, estando disponíveis, entre outras línguas, em chinês, dinamarquês, francês, italiano, tailandês, alemão, russo, holandês, espanhol, sendo também publicado no Brasil.

Em termos cívicos, a escritora caracterizou-se por uma atitude interventiva, tendo denunciado ativamente o regime salazarista e os seus seguidores. Apoiou a candidatura do general Humberto Delgado e fez parte dos movimentos católicos contra o antigo regime. Foi, ainda, fundadora e membro da Comissão Nacional de Apoio aos Presos Políticos. Após o 25 de Abril, foi eleita para a Assembleia Constituinte, em 1975, pelo círculo do Porto. Foi também público o seu apoio à independência de Timor-Leste, consagrada em 2002.

Sophia morreu em Lisboa, no mês de julho de 2004. Dez anos depois, foram-lhe concedidas honras de Estado e os seus restos mortais foram trasladados para o Panteão Nacional.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou Sophia de Mello Breyner Andresen, a título póstumo, com o Grande-Colar da Ordem de Sant'iago da Espada, um alto grau concedido, habitualmente, a Chefes de Estado. O anúncio foi feito no Teatro Nacional de São Carlos, precisamente no dia 06 de novembro de 2019, no concerto que encerrou as comemorações do centenário do nascimento da escritora.

 

Bibliografia:

POESIA

 

POESIA, 1.ª ed., 1944, Coimbra, Edição da Autora • 2.ª ed., 1959, Lisboa, Edições Ática • 3.ª ed., Poesia I, 1975, Lisboa, Edições Ática • 4.ª ed., revista, 2003, Lisboa, Editorial Caminho • 5.ª ed., revista, 2005, Lisboa, Editorial Caminho • 6.ª ed., 2007, Lisboa, Editorial Caminho • 1.ª edição na Assírio & Alvim (7.ª ed.), Lisboa, 2013, prefácio de Pedro Eiras.

DIA DO MAR, 1.ª ed., 1947, Lisboa, Edições Ática • 2.ª ed., 1961, Lisboa, Edições Ática • 3.ª ed., 1974, Lisboa, Edições Ática • 4.ª ed., revista, 2003, Lisboa, Editorial Caminho • 5.ª ed., revista, 2005, Lisboa, Editorial Caminho • 6.ª ed., 2010, Alfragide, Editorial Caminho • 1.ª edição na Assírio & Alvim (7.ª ed.), Lisboa, 2014, prefácio de Gastão Cruz.

CORAL, 1.ª ed., 1950, Porto, Livraria Simões Lopes • 2.ª ed., s/d [c. 1979], Lisboa, Portugália Editora • 3.ª ed., s/d [c. 1980], Lisboa, Portugália Editora, ilustrações de José Escada • 4.ª ed., revista, 2003, Lisboa, Editorial Caminho • 5.ª ed., revista, 2005, Lisboa, Editorial Caminho • 1.ª edição na Assírio & Alvim (6.ª ed.), Lisboa, 2013, prefácio de Manuel Gusmão.

NO TEMPO DIVIDIDO, 1.ª ed., 1954, Lisboa, Guimarães Editores • 2.ª ed., 1985, in No Tempo Dividido e Mar Novo, Lisboa, Edições Salamandra, ilustrações de Arpad Szenes • 3.ª ed., revista, 2003, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., revista, 2005, Lisboa, Editorial Caminho • 1.ª edição na Assírio & Alvim (5.ª ed.), Lisboa, 2013, prefácio de Frederico Bertolazzi.

MAR NOVO, 1.ª ed., 1958, Lisboa, Guimarães Editores • 2.ª ed., 1985, in No Tempo Dividido e Mar Novo, Lisboa, Edições Salamandra, ilustrações de Arpad Szenes • 3.ª ed., revista, 2003, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., revista, 2005, Lisboa, Editorial Caminho • 1.ª edição na Assírio & Alvim (5.ª ed.), Lisboa, 2013, prefácio de Fernando J.B. Martinho.

O CRISTO CIGANO, 1.ª ed., O Cristo Cigano ou A Lenda do Cristo Cachorro, 1961, Lisboa, Minotauro, ilustrações de Júlio Pomar • 2.ª ed., 1978, Lisboa, Moraes Editores, ilustração de José Escada • 3.ª ed., revista, 2003, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., revista, 2005, Lisboa, Editorial Caminho • 1.ª edição na Assírio & Alvim (5.ª ed.), Lisboa, 2014, prefácio de Rosa Maria Martelo.

LIVRO SEXTO, 1.ª ed., 1962, Lisboa, Livraria Morais Editora • 2.ª ed., 1964, Lisboa, Livraria Morais Editora • 3.ª ed., 1966, Lisboa, Livraria Morais Editora • 4.ª ed., 1972, Lisboa, Moraes Editores • 5.ª ed., 1976, Lisboa, Moraes Editores • 6.ª ed., 1985, Lisboa, Edições Salamandra • 7.ª ed., revista, 2003, Lisboa, Editorial Caminho • 8.ª ed., revista, 2006, Lisboa, Editorial Caminho.

GEOGRAFIA, 1.ª ed., 1967, Lisboa, Edições Ática • 2.ª ed., 1972, Lisboa, Edições Ática • 3.ª ed., 1990, Lisboa, Edições Salamandra, ilustrações de Xavier Sousa Tavares • 4.ª ed., revista, 2004, Lisboa, Editorial Caminho.

ANTOLOGIA, 1.ª ed., 1968, Lisboa, Portugália Editora • 2.ª ed., 1970, Lisboa, Moraes Editores • 3.ª ed., 1975, Lisboa, Moraes Editores • 4.ª ed., 1978, Lisboa, Moraes Editores, prefácio de Eduardo Lourenço • 5.ª ed., 1985, Porto, Figueirinhas.

GRADES [Antologia de Poemas de Resistência], 1970, Lisboa, Publicações Dom Quixote.

11 POEMAS, 1971, Lisboa, Movimento.

«POEMAS DE UM LIVRO DESTRUÍDO», 1972, in Fevereiro — Textos de Poesia, Lisboa. (Incluído em No Tempo Dividido, a partir da 2.ª ed.).

DUAL, 1.ª ed., 1972, Lisboa, Moraes Editores • 2.ª ed., 1977, Lisboa, Moraes Editores • 3.ª ed., 1986, Lisboa, Edições Salamandra • 4.ª ed., revista, 2004, Lisboa, Editorial Caminho.

O NOME DAS COISAS, 1.ª ed., 1977, Lisboa, Moraes Editores • 2.ª ed., 1986, Lisboa, Edições Salamandra • 3.ª ed., revista, 2004, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., revista, 2006, Lisboa, Editorial Caminho.

POEMAS ESCOLHIDOS, 1981, Lisboa, Círculo de Leitores.

NAVEGAÇÕES, 1ª ed., versão inglesa de Ruth Fainlight, versão francesa de Joaquim Vital, 1983, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, «Musarum officia», com um disco gravado pela Autora • 2.ª ed., 1996, Lisboa, Editorial Caminho • 3.ª ed., 1996, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., revista, 2004, Lisboa, Editorial Caminho.

O SOL O MURO O MAR, 1984, Lisboa. Portfolio com seis fotografias de Eduardo Gageiro. (Incluído em Ilhas.)

ILHAS, 1.ª ed., 1989, Lisboa, Texto Editora, ilustração de Xavier Sousa Tavares • 2.ª ed., 1990, Lisboa, Texto Editora • 3.ª ed., 1992, Lisboa, Texto Editora, ilustração de Xavier Sousa Tavares • 4.ª ed., 2001, Lisboa, Texto Editora • 5.ª ed., revista, 2004, Lisboa, Editorial Caminho.

OBRA POÉTICA I, 1.ª ed., 1990, Lisboa, Editorial Caminho • 2.ª ed., 1991, Lisboa, Editorial Caminho • 3.ª ed., 1995, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., 1998, Lisboa, Editorial Caminho • 5.ª ed., 1999, Lisboa, Editorial Caminho • 6.ª ed., 2001, Lisboa, Editorial Caminho.

OBRA POÉTICA II, 1.ª ed., 1991, Lisboa, Editorial Caminho • 2.ª ed., 1995, Lisboa, Editorial Caminho • 3.ª ed., 1998, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., 1999, Lisboa, Editorial Caminho.

OBRA POÉTICA III, 1.ª ed., 1991, Lisboa, Editorial Caminho • 2ª ed., 1996, Lisboa, Editorial Caminho • 3.ª ed., 1999, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., 2001, Lisboa, Editorial Caminho.

SINGRADURAS, 1991, Lisboa, Galeria 111, com seis gravuras de David de Almeida. (Poema VI de «As Ilhas», incluído em Navegações.)

OBRA POÉTICA I e OBRA POÉTICA II, 1992, Lisboa, Círculo de Leitores.

MUSA, 1.ª ed., 1994, Lisboa, Editorial Caminho • 2.ª ed., 1995, Lisboa, Editorial Caminho • 3.ª ed., 1997, Lisboa, Editorial Caminho • 4 ed., 2001, Lisboa, Editorial Caminho • 5.ª ed., revista, 2004, Lisboa, Editorial Caminho.

SIGNO (ESCOLHA DE POEMAS), 1.ª ed 1994, Lisboa, Editorial Presença/Casa Fernando Pessoa (inclui um CD com poemas ditos por Luís Miguel Cintra).

ILHAS — POEMAS ESCOLHIDOS/ISLANDS — SELECTED POEMS, 1995, Lisboa, Texto Editora/Expo’ 98, versão inglesa de Richard Zenith, fotografias de Daniel Blaufuks.

O BÚZIO DE CÓS E OUTROS POEMAS, 1.ª ed., 1997, Lisboa, Editorial Caminho • 2.ª ed., 1998, Lisboa, Editorial Caminho • 3.ª ed., 1999, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., 2002, Lisboa, Editorial Caminho • 5.ª ed., revista, 2004, Lisboa, Editorial Caminho.

MAR [Antologia organizada por Maria Andresen de Sousa Tavares], 1.ª ed., 2001, Lisboa, Editorial Caminho • 2.ª ed., 2001, Lisboa, Editorial Caminho • 3.ª ed., 2001, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., 2002, Lisboa, Editorial Caminho • 5.ª ed., revista e aumentada, 2004, Lisboa, Editorial Caminho • 6.ª ed., 2006, Lisboa, Editorial Caminho • 7.ª ed., 2009, Alfragide, Editorial Caminho.

ORPHEU E EURYDICE, 2001, Lisboa, Galeria 111, ilustrações de Graça Morais.

CEM POEMAS DE SOPHIA, 1.ª ed., 2004, Lisboa, Visão/JL — Jornal de Letras, Artes e Ideias, selecção e introdução de José Carlos de Vasconcelos.

OBRA POÉTICA (edição de Carlos Mendes de Sousa), 1.ª ed., 2010, Alfragide, Editorial Caminho • 2.ª ed., 2011, Alfragide, Editorial Caminho.

POEMAS SOBRE PESSOA [Antologia organizada por Maria Andresen de Sousa Tavares], 1ª ed., 2012, Alfragide, Editorial Caminho.

 

PROSA

 

CONTOS EXEMPLARES, 1.ª ed., 1962, Lisboa, Livraria Morais Editora • 2.ª ed., 1966, Lisboa, Portugália Editora • 3ª. ed., 1970, Lisboa, Portugália Editora, prefácio de D. António Ferreira Gomes • 11.ª ed., 1982, Porto, Figueirinhas, desenho de Carlos Natividade Corrêa • 35.ª ed., 2004, Porto, Figueirinhas • 37.ª ed., 2010, Porto, Figueirinhas • 1.ª edição na Porto Editora, Porto, 2013, ilustrações de João catarino • 1.ª edição na Assírio & Alvim (39.ª ed.), Lisboa, 2014, prefácio de Frederico Bertolazzi.

OS TRÊS REIS DO ORIENTE, 1.ª ed., 1965, Lisboa, Estúdios Cor, ilustrações de Manuel Lapa • 2.ª ed., s/d [1980], Lisboa, Galeria S. Mamede/Portugália Editora, ilustrações de Francisco Relógio • 3.ª ed., s/d [2004], Porto, Figueirinhas, ilustrações de Fedra Santos. (Incluído em Contos Exemplares, a partir da 3.ª ed.) • 1.ª edição na Porto Editora, Porto, 2013, ilustrações de Fátima Afonso.

A CASA DO MAR, Lisboa, Galeria S. Mamede, 1979, ilustrações de Maria Helena Vieira da Silva. (Incluído em Histórias da Terra e do Mar.)

HISTÓRIAS DA TERRA E DO MAR, 1.ª ed., 1984, Lisboa, Edições Salamandra • 2.ª ed., 1984, Lisboa, Edições Salamandra • 3.ª ed., 1989, Lisboa, Texto Editora • 21.ª ed., 2002, Lisboa, Texto Editora • reed., 2006, Porto, Figueirinhas • 1.ª edição na Porto Editora, Porto, 2013, ilustrações de Jorge Nesbitt • 1.ª edição na Assírio & Alvim (23.ª ed.), Lisboa, 2013, prefácio de Gustavo Rubim.

«O CARRASCO»As Escadas não Têm Degraus, n.º 5, 1991, Lisboa, Edições Cotovia.

ERA UMA VEZ UMA PRAIA ATLÂNTICA, 1997, Lisboa, Expo’ 98.

«LEITURA NO COMBOIO» e «O CEGO»Colóquio/Letras, n.º 159-160, Janeiro-Junho de 2002, ilustrações de Tiago Manuel.

O ANJO DE TIMOR, 2003, Marco de Canaveses, Cenateca, Associação Teatro e Cultura, ilustrações de Graça Morais.

QUATRO CONTOS DISPERSOS, ed. de Maria Andresen Sousa Tavares, 2008, Porto, Figueirinhas, ilustração de Diogo Vaz. 1.ª edição na Porto Editora, Porto, 2012, ilustrações de João Caetano.

 

CONTOS PARA CRIANÇAS

 

A MENINA DO MAR, 1.ª ed., 1958, Lisboa, Edições Ática, ilustrações de Sarah Affonso • 2.ª ed., 1961, Lisboa, Editorial Aster, ilustrações de Fernando de Azevedo • 3.ª ed., 1972, Porto, Figueirinhas, ilustrações de Armando Alves • 7.ª ed., 1977, Porto, Figueirinhas, ilustrações de Luís Noronha da Costa • 41.ª ed., 2002, Porto, Figueirinhas • ed. de Maria Andresen de Sousa Tavares, 2009, Porto, Figueirinhas • 1.ª edição na Porto Editora, Porto, 2012, ilustrações de Fernanda Fragateiro.

A FADA ORIANA, 1.ª ed., 1958, Lisboa, Edições Ática, ilustrações de Bió, capa de Quito sobre quadro de Nuno de Siqueira • 2.ª ed., 1964, Lisboa, Edições Ática • 3.ª ed., s/d [c. 1972], Lisboa, Edições Ática, ilustrações de Luís Noronha da Costa • 7.ª ed., 1982, Porto, Figueirinhas, ilustrações de Natividade Corrêa • 34.ª ed., 2002, Porto, Figueirinhas • 1.ª edição na Porto Editora, Porto, 2012, ilustrações de Teresa Calem.

A NOITE DE NATAL, 1.ª ed., 1959, Lisboa, Edições Ática, ilustrações de Maria Keil • 2.ª ed., s/d [1972], Lisboa, Edições Ática, ilustrações de José Escada • 3.ª ed., 1983, Lisboa, Edições «O Jornal», ilustrações de José Escada • 4.ª ed., 1989, Porto, Figueirinhas, ilustrações de Júlio Resende.

O CAVALEIRO DA DINAMARCA, 1.ª ed., 1964, Porto, Figueirinhas, ilustrações de Armando Alves • 56.ª ed., 2001, Porto, Figueirinhas.

O RAPAZ DE BRONZE, 1.ª ed., 1966, Lisboa, Minotauro, ilustrações de Fernando de Azevedo • 2.ª ed., 1972, Lisboa, Moraes Editores • ed. da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal de Camões e das Comunidades Portuguesas, 1977 (Moraes Editores), ilustrações da colecção particular da Autora • 5.ª ed., 1978, Lisboa, Moraes Editores, ilustrações de Natividade Corrêa • 7.ª ed., 1983, Lisboa, Moraes Editores ilustração da capa de Vitorino Martins • 9.ª ed., 1990, Lisboa, Edições Salamandra, ilustrações de Júlio Resende • 19.ª ed., 1994, Lisboa, Edições Salamandra • reimpressão, 2006, Porto, Figueirinhas • 1.ª edição na Porto Editora, Porto, 2013, ilustrações de Inês de Carmo.

A FLORESTA, 1.ª ed., 1968, Porto, Figueirinhas, ilustrações de Armando Alves • 23.ª ed., 1995, Porto, Figueirinhas, ilustrações de Teresa Olazabal Cabral • 35.ª ed., 2003, Porto, Figueirinhas. 1.ª ed. na Porto Editora, Porto, 2013, ilustrações de Sofia Arez.

A ÁRVORE, 1.ª ed., 1985, Porto, Figueirinhas • 13.ª ed., 2002, Porto, Figueirinhas. 1.ª edição na Porto Editora, Porto, 2013, ilustrações de Teresa Lima.

«A CEBOLA DA VELHA AVARENTA», in A Antologia Diferente — De Que São Feitos os Sonhos, organização de Luísa Ducla Soares, 1986, Porto, Areal Editores, ilustração de Vítor Simões.

OS CIGANOS [edição especial], Sophia de Mello Breyner Andresen, Pedro Sousa Tavares, 1.ª edição, 2012, Porto, Porto Editora, ilustrações de Danuta Wojciechowska.

OS CIGANOS, Sophia de Mello Breyner Andresen, Pedro Sousa Tavares, 1.ª edição, 2012, Porto, Porto Editora, ilustrações de Danuta Wojciechowska.

 

ANTOLOGIAS ORGANIZADAS PELA AUTORA

 

POESIA SEMPRE I (em colaboração com Alberto de Lacerda), s/d [1964], Lisboa, Livraria Sampedro Editora.

POESIA SEMPRE II, s/d [1964], Lisboa, Livraria Sampedro Editora.

PRIMEIRO LIVRO DE POESIA, 1.ª ed., 1991, Lisboa, Editorial Caminho, ilustrações de Júlio Resende • 11.ª ed., 2008, Alfragide, Editorial Caminho.

 

TEATRO

 

O BOJADOR, 1.ª ed., s/d [1961], Lisboa, separata da Escola Portuguesa, Direcção-Geral do Ensino Primário • 2.ª ed., 2000, Lisboa, Editorial Caminho, ilustrações de Henrique Cayatte • 3.ª ed., 2006, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., 2007, Lisboa, Editorial Caminho • 5.ª ed., 2009, Lisboa, Editorial Caminho.

O COLAR, 1.ª ed., 2001, Lisboa, Editorial Caminho • 2.ª ed., revista, 2002, Lisboa, Editorial Caminho • 3.ª ed., 2005, Lisboa, Editorial Caminho • 4.ª ed., 2006, Lisboa, Editorial Caminho • 5.ª ed., 2008, Alfragide, Editorial Caminho • 6.ª ed., 2009, Lisboa, Editorial Caminho • 1.ª edição na Porto Editora, Porto, 2012, ilustrações de Daniel Silvestre da Silva • 2.ª edição, 2013, Porto, Porto Editora, ilustrações de João Catarino. • 1.ª edição na Assírio & Alvim (9.ª ed.), Lisboa, 2013, prefácio de Luís Miguel Cintra.

 

ENSAIO (seleção)

 

«A POESIA DE CECÍLIA MEIRELES»Cidade Nova — Revista de Cultura, IV Série, n.º 6, 1956.

«POESIA E REALIDADE»Colóquio — Revista de Artes e Letras, n.º 8, 1960.

«CAMINHOS DA DIVINA COMÉDIA»Diário de Lisboa, 13 de Maio e 1 de Julho de 1965 • republicado em Ler — Livros & Leitores, n.º 58, Primavera de 2003, ilustrações de Tiago Manuel.

O NU NA ANTIGUIDADE CLÁSSICA, 1.ª ed., 1975, in O Nu e a Arte, Lisboa,
Estúdios Cor • 2.ª ed., s/d [c. 1979], Lisboa, Portugália Editora • 3.ª ed., 1992, Lisboa, Editorial Caminho.

 

TRADUÇÕES

 

A VIDA QUOTIDIANA NO TEMPO DE HOMERO (Émile Mireaux), 1.ª ed., s/d [c.1957], Lisboa, Livros do Brasil • 3.ª ed., s/d [1979], Lisboa, Livros do Brasil.

A ANUNCIAÇÃO A MARIA (Paul Claudel), s/d [1960], Lisboa, Editorial Aster.

O PURGATÓRIO (Dante), 1.ª ed., 1962, Lisboa, Minotauro, ilustrações de J. Pomar, L. Freitas, L. F. Abreu, M. Keil, C. C. Pinto, F. Azevedo, C. Botelho, J. Júlio, A. Jorge, Menez, J. A. Manta, A. Charrua • 2.ª ed., 1981, Lisboa, Círculo de Leitores.

MUITO BARULHO POR NADA (William Shakespeare), 1964 (inédito).

HAMLET (William Shakespeare) [1965]; 1.ª ed., 1987, Porto, Lello & Irmão Editores.

QUATRE POÈTES PORTUGAIS — CAMÕES, CESÁRIO VERDE, MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO, FERNANDO PESSOA, 1.ª ed., 1970, Paris, Presses Universitaires de France e Fundação Calouste Gulbenkian — Centre Culturel Portugais • 2.ª ed., 1979, Paris, Presses Universitaires de France e Fundação Calouste Gulbenkian — Centre Culturel Portugais.

SER FELIZ (Leif Kristiansson), 1.ª ed., 1973, Lisboa, Editorial Presença • 6.ª ed., 1997, Lisboa, Editorial Presença.

UM AMIGO (Leif Kristiansson), 1.ª ed., 1973, Lisboa, Editorial Presença • 11.ª ed., 2001, Lisboa, Editorial Presença.

MEDEIA (Eurípides), 2006, Lisboa, Editorial Caminho, prefácio de Frederico Lourenço.

 

Fontes: http://purl.pt/19841/1/bibliografia/bibliografia.html;
http://livro.dglab.gov.pt/sites/DGLB/Portugues/noticiasEventos/Paginas/SOPHIA-CEM-ANOS.aspx